Início » Blog Comportamento Animal e Adestramento de Cães Ethos Animal » Cão em Harmonia

Tag: Cão em Harmonia

cao em harmonia cao feliz ethos animal comportamento animal aplicado adestramento helena truksa

Um Cão em Harmonia é um Cão Feliz!

Que tal conviver com um cão em harmonia e feliz?

fotolia_10858188_XSA abordagem a seguir, é direcionada ao bem estar canino, que por sua vez é agente primordial na boa relação do animal com o ambiente que o cerca e consequentemente com todas as relações presentes em seu cotidiano.

É muito comum que se observe em panorama geral o comportamento do cão. Percebendo sinais de irritabilidade, agitação excessiva ou mesmo hostilidade com outros animais ou pessoas. No entanto, estes são comportamentos oriundos de uma série de contextos cotidianos, que a médio prazo podem se consolidar, tornando-se notáveis através das atitudes caninas para com o universo que o cerca.

Cão x Ambiente

Para uma relação harmônica entre o cão e o espaço aonde vive, as possibilidade passam longe de uma ótica limitada a estrutura física do local. O conforto canino tem muito mais ligação ao contexto vivenciado em determinado lugar do que com sua dimensão. Por isso, infelizmente não é incomum que tantos cães que habitam residenciais que contam com quintais enormes, estejam completamente infelizes e/ou apresentem desvios comportamentais, leves ou graves envolvendo compulsões.

Exemplos: Cães que perseguem a própria sombra, que mastigam obcecadamente a própria casinha, mordiscam o próprio corpo ou desenfreadamente persigam qualquer coisa ou ser que se movimente.

Para entender o que seu cão de fato necessita para uma convivência pacifica dentro de sua moradia, seja ela qual for, temos que estar atentos a sua interação com este local e com tudo o que o integra. Sendo de absoluta importância que haja uma dinâmica manutenção deste ambiente, pensada de forma a proporcionar que a mente do cão se nutra com cada espaço por ele ocupado. Possibilitando atividades físicas e principalmente intelectuais de pertencer a este meio, e dessa forma sentir-se em sintonia com ele.

Cão x Cão

Um cão que não se relaciona bem com o ambiente aonde vive/convive, não irá se relacionar bem com qualquer outro animal ou ser humano.

E mesmo que hajam diferentes apresentações dessa desarmonia, todas elas resultarão em uma só realidade, seja ela evidente a olho nu ou não: O desequilíbrio na socialização do cão.

E isso raramente se limitará a outros cães e animais. Pode hora outra se manifestar em hábitos ou atitudes indesejáveis por parte do cão, para com tudo o que fizer parte de seu dia a dia. O que incluí as pessoas, demais animais e todo o cenário que compõe sua rotina.

Se conseguirmos atender as necessidades individuais de um cão, damos o primeiro passo para apresenta-lo de forma pacifica a qualquer novo estímulo ou interação. Em outra oportunidade, pretendo abordar com maior enfoque tal contexto.

Considerações importantes:

Para oportunizar ao nosso companheiro canino pleno bem estar, é muito necessário ir além do conhecimento a cerca de sua espécie, é fundamental que haja atenção as características individuais do cão em questão.

Para que ocorra estabilidade, o nível de energia do animal precisa estar em compatibilidade com a intensidade de atividades por ele realizadas. Algo que para alguns cães, se torna quase impraticável suprir com uma rotina doméstica comum. Tendo em vista que a espécie canina, possuí nata capacidade de manter-se em atividade com pleno vigor e tenacidade por longos períodos, se isso estiver associado a um cão de temperamento hiperativo, é lógico que muito deverá ser adaptado para que suas necessidades de gasto energético sejam atendidas de forma satisfatória.

As diferenças entre um cão e outro não são meramente físicas e comportamentais, estas diferenças tem relação precisamente com as necessidades individuais de cada cão. E é a partir dessas diferenças que se torna possível compreender o que é preciso para estruturar uma rotina capaz de proporcionar real bem estar a este animal. Pois intimamente ligada a todos os aspectos comportamentais do cão, está o nível de relaxamento no qual sua mente se encontra. Um cão frustrado, entediado, amedrontado, ansioso ou mesmo entristecido, será um cão que certamente não demonstrará uma relação agradável com o ambiente e/ou como aqueles que compõe o ambiente.

Evidentemente existem muitos outros fatores capazes de influenciar a desarmonia do cão no ambiente em que vive. No entanto, para identificar corretamente a particularidade de cada situação é recomendável buscar ajuda de um profissional em comportamento canino, confiável, que trabalhe com métodos atualizados em sua cidade.